Skip to content

Híbrido para todos I

janeiro 20, 2009
by

Não se pode negar. O Híbrido já virou mais que uma mania no mundo do scrap. E mesmo quem nunca se aventurou nessa brincadeira, em algum momento se sentiu atraído por essa arte maravilhosa de unir essas duas formas de guardar nossos melhores momentos. Para aquelas que ainda não se renderam, que tal começar?

Eu não tenho nenhuma grande experiência com esse trabalho. Já fiz algumas poucas coisas, gosto muito do scrap artesanal – ponto de onde comecei.E acho que essa união ainda tem muito a crescer. O meu maior conselho para quem quer começar nesse ramo, é o mais simples e objetivo:Não tenha medo de tentar! A prática é sempre a melhor escola.Se no começo você vai errar, perder alguns materiais? Acredito que sim. Mas não se sinta incapaz, achando que isso não é pra você. Pode ter certeza que as melhores scrappers já passaram por essa fase.

O medo de começar vem, muitas vezes da afirmação de não ter talento para o scrap tradicional. Eu continuo achando que com um pouquinho de prática todo mundo consegue. Se você tem criatividade para bolar um design no computador, também acho que pode conseguir algo no papel. E pra quem acha que hibrido é simplesmente imprimir uma página pronta e colar em alguma base, vou tentar mostrar que a beleza dele pode ir muito além. E sim…o scrap híbrido tem muito mais do scrap artesanal do que todos pensam.

Se você já tomou coragem de começar – e isso é o primeiro grande passo – agora é só colocar a mão na massa. Criar, recordar, planejar e se divertir. Muito! Pra isso, existem algumas ferramentas básicas do scrap tradicional,que quem quer se dedicar a essa arte hibrida deve ter.Não que você não possa começar sem algumas delas. Somente acho importante que se tenha. São elas:

1.Base de corte – É uma base de apoio, primordial no scrap tradicional e considero de grande utilidade no hibrido. Ela é feita de um material flexível, que protege a superfície onde você está trabalhando. Ajuda na medição do corte por ser toda marcada com medidas (tipo régua). E contribui também para maior tempo útil da lâmina do seu estilete. São vendidas em vários tamanhos pelas lojas.

2.Régua de Metal – Firme, resistente aos “acidentes” do estilete e ao tempo de uso.

3. Estilete – O principal é ter um daqueles tradicionais. Procure um resistente, bom de “corte” para que haja precisão na hora de cortar. É importante para algum detalhe.

4. Tesoura – Essa não pode faltar né? Existem tesouras especificas para papeis à venda e que são ótimas. Mas, você sobrevive com uma boa que tiver em casa. DICA: separe tesoura para papel, fita adesiva…não misture, para conservar mais a ferramenta.

5. Cola  – Para colar papel, aconselho cola especial para scrapbooking(a5) disponível em lojas especializadas. No hibrido, normalmente se usa a cola em gel(5b). Não passe muito, para não enrugar e procure ocupar toda a superfície da parte a ser colada. Cola comum, geralmente não atende a necessidade. É bom ter.Para os detalhes pequenos que não são de papéis, eu uso uma tinta relevo transparente qualquer encontrada em papelaria. Funciona.

6. Fita dupla-face e Fita bana – A fita dupla-face(6a) é muito útil para alguns detalhes, fotos. A fita banana(6b) não é indispensável, mas dá aquele toque na sua obra final.

Isso é o básico.E já dá pra você começar aí! Existem, no entanto, ferramentas secundárias que só aprimoram seus projetos. Se puder tê-las, melhor ainda. Vou citar algumas das mais conhecidas.

1. Furador e aplicador de Ilhós – Normalmente o híbrido é composto de várias partes que precisam ser unidas por argolas. Para isso é necessário furar. Se a superfície a ser furada não for muito grossa, você pode fazer com um furador de papel mais forte. Eu por exemplo furei o meu álbum cd, com um. 
Mas, um ilhós nesses furos sempre deixa o projeto mais delicado e bonito e para isso existem ferramentas próprias para furar e aplicar o ilhós.Podem ser separados, ou em uma ferramenta só. A mais famosa e xodó das scraps é a crop-a-dile.Essa fura todos (ou quase todos) os tipos de material. É uma maravilha.
Existem também outros tipos de aplicadores. Se o que você quer aplicar é papel fino, uma tag(que pode ser colocada antes de você colar a página na superfície mais grossa), uma foto, pode recorrer a uma delas.
Eu uso umas canetinhas de mola(1a), que de um lado fura e do outro aplica. Pra isso é só fazer movimentos de puxar e soltar a mola. Por enquanto, me atende.

2. Cola – Existem , principalmente no mercado internacional, vários tipos de cola, principalmente para colar coisinhas pequenas, elementos transparentes. É uma pedida pra quem quer investir.

3. Estilete – Desses existem muitos. Tipo caneta, redondo e muitos outros. Vale investir se quiser leva adiante também.

4. Carimbo – São sempre bem vindos! São muitos espalhados por aí, de todos os tipos, para todos os gostos. E são perfeitos para dar acabamento nas bordas das páginas depois de prontas.

E o que seria dos híbridos sem os detalhes? a minha maior admiração pelo scrap tradicional é a riqueza de detalhes que ele pode apresentar. O digital também tem muito disso, mas eu não nego que nessa parte o outro me chama mais a atenção. Juntando os dois, a coisa pode ficar ainda melhor.

Existe uma infinidade de elementos que podem incrementar as páginas. É uma verdadeira perdição. Dá vontade de ter tudo. Fitas, botões, apliques,flores, alphas, stickers…é MUITA COISA!Só que todo mundo sabe que material de scrap é caro. Eu pelo menos acho. Mas nem por isso, a gente pode deixar de ter essas coisinhas mínimas que fazem toda a diferença. Então, o negócio é : Ative seu olhar de scrapper e passe a achar função para tantas coisas que estão a nossa volta.

1. Botões e fitas – os botões e as fitas que são vendidos em lojas de scrap e de designs famosas, são de babar eu sei. Mas, se   você procurar bem, pode encontrar e fazer maravilhas naquele armarinho da sua rua. É, lá tem de tudo. Variedade de cores, tamanhos, preços. Fitas de todos os tipos. E outras coisas que você pode trazer para o scrap. Rendas,pingentes de bijuterias, lantejoulas, e tantas coisinhas que diferem de lugar para lugar. É só xeretar bem, que você vai sair com alguma coisa.

2. Feltro – E com esse também se pode fazer muitas coisas. É só deixar a criatividade falar mais alto e mandar ver. Se inspire em elementos digitais para criar os toques de mestre no acabamento do seu hibrido.

3. Costura – Eu sou fã dessa técnica no artesanal. Acho que dá uma vida,uma cara a página. E botão pra mim, eu prefiro que tenhalinha. Pode não ser costurado na página, mas tem que ter uma linha “fingindo” a costura.E com uma linha e agulha você pode viajar num layout, mesmo todo digital.

Quer mais?? Aguarde o próximo post! 😉

Anúncios
Deixe um comentário leave one →
  1. ReSales permalink
    janeiro 21, 2009 12:38 am

    Ahhhhhhhhhhhhhhhh amiga vc e demais, adorei seu post, realmente é um sopro de vida pra quem quer começar, nao tem material e nem sabe o que comprar como eu, sinto td tao longe, quero cricut, guilhotina, e mais e mais e enquanto nao posso nada faço porque penso que vcs utilizam td isso e mais um pouco.
    Seus toques sao de mestre e vc sabe disso pela qtidade de vzs que te perturbo no msn pra perguntarrrrr.Amo seus albuns!!!!obrigada por compartir conosco seus conhecimentos!!!
    Bjs no coraçao!!!

  2. janeiro 21, 2009 4:44 am

    Adorei as dicas Natasha! Eu sou dessas mesmo, que acha que não tem jeito nenhum para o scrap tradicional. Já fiz algumas coisinhas, mas sempre acho que não ficam bem (ok, isto acontece comigo SEMPRE!), mas lendo o teu post, dá vontade de por a mão na massa e tentar, tentar, tentar. Há algumas ferramentas que não tenho, e nem sei se aqui na Grécia consigo achar fácil, mas vou correr estas lojas de ponta a ponta!
    Obrigada pelo post maravilhos!!

    Beijo!!!

    Marta’s last blog post..Mais layouts

  3. Elaine Ribeiro permalink
    janeiro 21, 2009 6:35 am

    Natasha,
    Pelo que percebo, começamos o ano de 2009 com um super editorial de scrap híbrido.
    É muito bom saber em maiores detalhes sobre esse assunto…
    Eu moro em São Paulo e próxima de uma loja onde possuo várias ferramentas e materias para scrap (e realmente, são muito caros!). Mas, como você mesma disse, utilizando um pouco de criatividade: uma caixa de plástico que não mais se utiliza, materiais que acabam sobrando (papéis de presente ou fitas que forma embrulhadas bem coloridas) – tudo acaba sendo um convite para a criação!
    Fiquei bem interessada no assunto e irei acompanhar melhor o que você irá nos preparar…
    Beijos!

  4. janeiro 21, 2009 11:25 am

    Arrasou no post, Nat!!! tô louca pra ler o próximo!!!!!
    bjsssss

    Ferdy’s last blog post..Tempestade de verão….

  5. janeiro 21, 2009 2:22 pm

    Adorei também, Natasha! Me deu até vontade de fazer scrap artesanal… só falta revelar as fotos!

    Ana’s last blog post..Se sujar faz bem

  6. janeiro 21, 2009 3:17 pm

    Oi Natasha, muito obrigado pelas dicas, adorei, tô começando a me aventurar pelo scrap híbrído, bem timidamente, mas é uma delícia… vou guardar esse post com carinho e consultar sempre!!!
    Aguardo mais novidade nessa área.
    Bjks
    Lu

  7. carol avon permalink
    janeiro 21, 2009 5:32 pm

    Eu faço muito híbtido, e é bem por aí mesmo. Ótimas dicas!!!!!!
    =)
    To doida por mais projetossss

    beijos

  8. janeiro 21, 2009 6:35 pm

    Adorei o post Nat….

    Beijocas em todas

    Fernanda Pacheco’s last blog post..Viva o Guiiiii

  9. janeiro 22, 2009 2:24 pm

    Meninas, Obrigada! Que bom que gostaram do post. Espero que gostem da segunda parte dele também.
    Procurei falar somente sobre o que sei, e fico feliz que tenha sido um empurrão pra querer colocar a mão na massa! É muito bom sim trabalhar com esse tal de híbrido viu…hehe
    beijos

  10. janeiro 23, 2009 8:10 am

    Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei, preciso tirar o pó das minhas coisinhas rsrs, fiquei até babando agora !
    Mil beijos e obrigada !

    Ana Reis’s last blog post..Produtos de hoje

  11. outubro 2, 2009 5:19 pm

    Olá!
    Comprei uma Cricut, só depois que descobri que não tem a função “print and cut”. = (
    Quero venda-la para comprar uma siluette.

    Se tiver interesse, estou vendendo à vista por R$ 1600 reais ou no mercado livre por R$ 1750.(dividi em 12x)
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-110858765-cricut-expression-impressora-de-corte-_JM

    ps. comprei na Amazon, ele ainda esta lacrado. Ou seja, o produto nunca foi usado. A cricut esta em São Paulo, no bairro do Paraíso. Podemos ver o frete para todo Brasil.

    bjos!

    Carol
    11. 91826917 (claro)| 71. 88440231(oi)

Trackbacks

  1. É assim II « Just me
  2. Eu faço Híbrido. E você?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: