Skip to content

Como alcançar o visual do scrap tradicional através de sombreamento dos elementos

maio 25, 2009

Sombra é um assunto que já abordamos diversas vezes aqui no blog. No mês dos elementos, voltamos ao mesmo assunto. Aliás, um bom sombreamento faz toda diferença do resultado final do layout.

A maioria de nós, acredito eu, tenta reproduzir na página digital o efeito do scrap artesanal, certo? Pra isso, precisamos tentar imaginar como seria aquela página feita artesanalmente. Vamos analisar as sombras em alguns tipos de elementos.

Foto ou papel

No scrap tradicional a gente cola a foto no papel. Se está colado, quase não tem sombra. Você pode querer dar um efeito de uma abinha mais levantada da página também. Vejam abaixo a diferença dessas sombras.

(clique nas imagens para ampliar)

Fios (strings)

A sombra dos fios deve ser bem fininha. Se quiser dar a impressão dele jogado na página, deve separar a sombra e usar o “Edit > Transform > Warp” (no Photoshop) pra dar o movimento à sombra.

Uma coisa importante do fio. Quando ele está preso com grampo ou botão, a parte que está presa não deve ter sombra! Imagina uma página artesanal, o grampo vai grudar o fio na página e aquela parte não vai ter sombra. Caso contrário, ele parece que está flutuando na página.

Alpha

Muito cuidado com as sombras dos alphas! Deve-se levar em conta que tipo de material é. Se for tinta ou carimbo, não tem sombra, por exemplo. E nesse caso você também não vai colocar o alpha por cima de um elemento sombreado.

Imagine qual seria a espessura do material de que é feito o alpha para poder selecionar a melhor posição e sombra. Brinque com a distância da sombra e tamanho. Eu geralmente coloco uma pequena distância pra não parecer que tudo flutua na página. O tamanho também não deve ser muito grande. Eu prefiro brincar com o warp pra dar o movimento da sombra do que com os valores.

Um bom exercício para aprender a aplicar sombras mais realistas é examinar as galerias de scrap tradicional. Eu recomendo o Two Peas in a Bucket e o Designer Digitals. Vamos olhar alguns exemplos.

Eu tenho acompanhado o trabalho da Jennifer Johner recentemente e ela é demais! Reparem o sombreamento. Papéis e foto quase não têm sombra. A bolha tem. O alpha por cima quase não tem (é colado). Costuras não têm sombra. As fitinhas e botões têm sombra bem delicada.

Esse aqui pe da Shannon Tidwell. A sombra aqui está na flor (reparem como não é simétrica a sombra) e a foto com aquele efeito levantadinho. O resto – fitas, papéis, costura – tudo coladinho com sombras mínimas que mostram a dimensão da página.

Nesta página, Vivian Masket fez o ano em alto relevo, provavelmente colando um adesivo tridimensional atrás dos números 2 e 0. Reparem que as fotos não têm sombra nenhuma, e a tirinha do “Bingo” tem.

Espero que vocês tenham gostado e aprendido um pouco mais a usar sombras. É observando os tradicionais que a gente aprende. ;)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: